Busca no Site

Interativos

Receba nossas novidades



Receber em HTML?

Enquete

Sacerdócio Feminino
 

Compartilhe este site

Faça um pedido de oração





  
Informe o código de segurança para confirmar:
 

Alegrai-vos, não tenhais medo, Ele ressuscitou como havia dito! (Mt 28, 6) PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dom Demétrio Valentini   
Celebrada a quaresma e a Semana Santa, temos a alegria de reviver a permanente surpresa da Ressurreição de Cristo.
Ela se tornou em verdade fundamental de nossa fé, que abre caminho para compreendermos o mistério de Deus e dos seus desígnios para a nossa vida.

Por sua ressurreição, podemos entender quanto Jesus Cristo está associado ao Deus vivo e verdadeiro, de cujo mistério ele participa como Filho, e em cujo nome ele veio testemunhar a sua misericórdia divina.
Pela Ressurreição se confirma também nossa esperança de sermos associados à vida eterna, em virtude dos sacramentos que nos unem à mesma sorte de Cristo.
Esta a fé que somos chamados a renovar nesta Páscoa, e a assumir com a responsabilidade de discípulos de Jesus, enviados a proclamar a todos que o Senhor ressuscitou e vai à nossa frente, abrindo os caminhos da vida verdadeira para todos.

Neste ano de 2005 a Campanha da Fraternidade Ecumênica nos lembrou o patrimônio comum da fé em Cristo Ressuscitado, que une todos os cristãos, e nos convidou para sermos construtores de paz.

Que a Páscoa reforce este compromisso de coerência prática da fé, traduzida na solidariedade com os que mais necessitam de nossa ajuda fraterna.
Para mostrar aos discípulos que estava realmente vivo, em suas aparições como ressuscitado, Jesus partilhou o alimento, recriando o gesto da última ceia, que ele tinha deixado como sua memória.

Recordando o Concílio Ecumênico, neste ano a Igreja reflete sobre a Eucaristia, reconhecendo nela o sinal permanente, que nos faz reviver a presença do Senhor Ressuscitado e nos envolve na mesma força de doação e de partilha da vida.

É neste gesto de partilha fraterna do mesmo pão que encontramos nossa identidade de cristãos. Na Eucaristia, celebrada no domingo, dia do Senhor Ressuscitado, reencontramos esta identidade, que nos leva a acolher o amor de Deus e a vivê-lo fraternalmente com todos.

Faço votos que possamos renovar as alegrias da Páscoa ao longo de todo o ano, sempre animados pela celebração dominical da Eucaristia em nossas comunidades, que nos fortaleça na fé em Cristo Ressuscitado, e nos anime a partilhar, como Ele, nossa vida a serviço da fraternidade e da paz.