Busca no Site

Interativos

Receba nossas novidades



Receber em HTML?

Enquete

Celibato dos Sacerdotes
 

Compartilhe este site

Faça um pedido de oração





  
Informe o código de segurança para confirmar:
 

Aprendendo com Santo Antônio PDF Imprimir E-mail

A obediência é a pedra de toque da verdadeira humildade. Quanto mais uma alma se despreza, mais agrada a Deus e mais facilmente se submete às ordens dos que o representam.

Foi a essa obediência absoluta, escondendo até mesmo seus talentos que Deus disse: O homem obediente caminhará de vitória em vitória.. Fundado pela humildade, Santo Antônio não se julga bom para nada, dirigido pela obediência, sente-se capaz de tudo empreender, de tudo fazer.Eis o verdadeiro santo, eis o único meio de fazer frutificar o talento que Deus nos confia; eis o caminho mais curto para chegar ao céu. Credes somente bom para obedecer, nisso esta a perfeição de Deus, pois somente o orgulho nos impede de obedecer achando-nos mais capacitados do que somos, pois a verdadeira capacidade é obedecer.

Máxima de Santo Antônio: “A humildade é o começo de todas as boas ações, como o botão é o começo da flor. A verdadeira obediência é humilde, alegre e perseverante”.. O relato de um milagre pela intercessão de Santo Antônio:

Foi em Roma em 1830. Uma criança de seis anos, brincando a beira de uma janela, caiu do 3º andar à rua. “Santo Antônio, Santo Antônio, rogai por nós!”, exclamou a mãe vendo-a cair, assustadíssima desceu, julgando ter a criança morrido instantaneamente, no entanto ela nada sofrera, nem um ferimento! “Um frade, disse o pequeno, amparou-me nos braços e colocou-me docemente no chão”. Agradecida a senhora correu com a criança para a Igreja para dar Graças a Deus, o menino vendo um quadro, exclamou: “Olha ali, olha ali! O frade que me salvou” O frade era o humilde Santo Antônio.

O segredo das graças que o Senhor sempre colocou em abundância a Santo Antônio, foi que ele amava Deus de tal forma e com tal desprendimento que quando ele rogava a Deus por alguém seu coração puro brilhava como o sol, pois sua intenção era somente aliviar o sofrimento de seus irmãos. E ele dizia: “Quem não pode fazer grandes coisas, faça aos menos o que estiver na medida de suas forças: certamente não ficará sem recompensa, se nelas houver amor”.

(Extraído do Livro: Orações e Trezenas de Santo Antônio – Editora Vozes)

Grupo de Oração Milícia de São Miguel