Busca no Site

Interativos

Receba nossas novidades



Receber em HTML?

Enquete

Pessoas divorciadas devem ter acesso à Eucaristia?
 

Compartilhe este site

Faça um pedido de oração





  
Informe o código de segurança para confirmar:
 

AUTO-RETRATO DE DEUS PDF Imprimir E-mail

(Adaptação:Padre Juca)

Eu não sou o Deus isolado. O Deus “lá de cima”,

Escondido atrás do céu. Não sou o “Deus da idéia”,

Enclausurado nas páginas dos livros.

Não sou o Deus “carrasco” ou ‘juiz terrível’,

Que se alegra e tem prazer em condenar e castigar.

Não sou também o Deus “quebra-galho”, dos fracos, dos incapazes e frustrados,

Dos que batem no peito balbuciando preces,

Mas que nunca fazem nada por alguém,

Não sou o “Deus de leis” e tradições sem sentido.

Inventadas por minhas criaturas, os homens.

Abra os evangelhos, lê e contemplarás então,

Ali, o meu “retrato”.

Sou o Deus contigo, um Deus perto de ti.

Um Deus dentro de ti, pulsando em teu peito,

Brilhando nos teus olhos, soando em tua voz,

Andando em teus passos, falando nos teus gestos bons,

Chorando no teu pranto, sorrindo nos teus lábios,

Amando em teu amor.

Sou um Deus que quis sentir teus sofrimentos.

Por isso fiz-me carne, vivi tua vida. E se ainda permito tuas dores,

É porque delas vai nascer felicidade,

Assim como da dor e da morte de meu Filho Jesus

Nasceu a tua esperança.

Sou o Deus da eterna dor do amor e da misericórdia.

Sim, sou a lei gravada

Em cada fibra do meu coração humano.

Sou também a graça e o auxílio

Para todos os que seguem os meus preconceitos.

Sou o Deus do perdão, sou a mão estendida,

O conforto dos enfermos e dos pecadores.

Sou o Deus dos vivos e dos mortos,

Pois sou a fonte de toda a vida.

Sou o Pai que espera com paciência,

Os passos vacilantes do seu filho que fugiu

E se perdeu nos mundos subterrâneos do mal.

Sou este Deus, assim; sempre presente,

De braços abertos para o abraço do amor,

Mil vezes repartindo, mas nunca cansado

De esperar por ti.

JMJ