Busca no Site

Interativos

Receba nossas novidades



Receber em HTML?

Enquete

Sacerdócio Feminino
 

Compartilhe este site

Faça um pedido de oração





  
Informe o código de segurança para confirmar:
 

Os Primeiros Escritores Cristãos PDF Imprimir E-mail

Após os escritos do novo Testamento, houve, ainda no século I e no começo do II, os Padres Apostólicos (assim chamados porque estiveram em contato direto com os Apóstolos). Sobrevieram, nos séculos II e III, os Apologetas ou escritores que defenderam a fé Cristã contra os pagãos e as primeiras heresias.

Os Padres Apostólicos

Dada a sua antiguidade, são muito estimado. Os seus escritos têm certa semelhança com os do Novo Testamento, a ponto que alguns chegaram a ser considerados canônicos (assim a Didaquê, a Epístola de Clemente, a do Pseudo-Barnabé). Não escreveram tratados teológicos, mas geralmente cartas em língua Grega, que abordam assuntos de diciplina, recomendam a unidade da Igreja e a autoridade dos Apóstolos. Eis os principais autores:

São Clemente de Roma (+102) foi, o terceiro Bispo de Roma após São Pedro. Por cerca de 96, escreveu uma carta aos Coríntios, exortando-os à concórdia e à submssão aos legítimos Pastores. O tom caloroso e firme desse escrito já manifesta a consciência que o Bispo de Roma tinha autoridade.

S. Inácio, Bispo de Antioquia (+107), foi condenado à morte na perseguição de Trajano (98-117). Durante a viagem que, prisioneiro, fez da Síria a Roma, onde devia ser lançado às feras do Coliseu em espetáculo público, Inácio escreveu seis cartas às comunidades de Éfeso, Magnésia, Trales, Filadélfia, Esmirna, Roma respectivamente, e uma ao Bispo Policarpo de Esmirna. Nestes escritos percebe-se o ardente Amor de Inácio a Cristo e à Igreja; o autor professa clara doutrina da Encarnação: Jesus é Deus, que se fez homem no seio de Maria Virgem; mostra que no começo do Século II já havia o episcopado Monárquico, ou seja, o Bispo como Pastor supremo da sua diocese; chama a Igreja de Roma “aquela que preside na caridade”.

São Policarpo (+156), Bispo de Esmirna, viu e ouviu São João Evangelista. Escreveu uma carta aos Filipenses. Famoso é o relato do Martírio de São Policarpo, a mais antinga Ata de martírio que temos.

Pápias (+130) foi Bispo de Hierápolis na Ásia Menor. Redigiu cinco livros intitulados “Explicações dos dizeres do Senhor” que infelizmente se perderam, excetuados poucos fragmentos, muito preciosos porque referem datas e circunstâncias atinentes à redação dos Evangelhos.

A Didaquê (Doutrina dos doze Apóstolos) É um catecismo simples da vida Cristã e um ritual, que trata do Batismo, da Eucaristia, da Celebração do domingo, do Jejum...Pode ter sido redigido ainda no fim do século I.

Texto Elaborado Por Jaime Francisco de Moura
Livre para Cópia e Divulgação "A Igreja é a coluna e o fundamento da verdade" (1 Tim 3,15)
"Todo aquele que divide Jesus é um anti-cristo" (1 Jo 4,3)